domingo, 19 de outubro de 2008

Nikuman e Prêmio


Oieeee gente!
Antes de tudo, quero agradecer ao lindo miminho que eu ganhei da Nela muuuuito obrigada flor, adorei^^ Só me desculpe pela demora, de novo :$
A regra é , mas como eu conheço muuuuuuuuuuuuuitos blogs que são de ouro messsssssmo, deixo a disposição de todos que ainda não tiverem esse selinho e que passam por minha Cozinha.
Então, o prato de hoje foi uma das minhas novas paixões, vindas lá do outro lado do mundo. Por influência de alguns animes, mangás e outras coisinhas da cultura dos jovens japoneses, a que o maridão e eu estamos sempre em contato, descobri esse pãozinho lindo!
A primeira vez que eu vi ele, foi num jogo online que o maridão e eu jogamos por horas e mais horas sem parar, Ragnarök Online. É um MMORPG, onde milhares de usuários jogam online, ao mesmo tempo, integrando-se uns com os outros e com o jogo em sim, um RPG ao vivo.
E lá eu vi esse pão e gamei nele! Achei tão lindinho, mas tinha até me esquecido.
Até que um dia, vasculhando o blog da querida Akemi-sensei, descobri o nome e a receita do bendito pãozinho que tinha visto!!!
Fiquei doidinha e na hora já quiz fazer. Quando eu tirei aquele pãozinho branco e perfumado da panela e dei uma mordida... aaaaaaaaah! Perfeito!
O sabor do gengibre junto com o recheio de carne e verduras é perfeito, a massa fica super levinha, com um aspecto engraçado. Você olha e pensa que está cru, mas tá deliciosamente assadinha.
Akemi-sensei disse que esses pãezinhos são encontrados em todo lugar no Japão, como se fossem nossas coxinhas. Só que muuuuuuuuuito mais saudáveis.
Um dia fiz pra um amigo meu, ele gostou tanto que comeu uns 20 em uma única noite! Depois ele não entendia por que tinha passado mal, huahuahuahuahuahuahuahua...
Mas são mesmo apaixonantes, depois que você come, não esquece mais.
Em japonês, niku é carne, especifica qualquer carne e buta é porco. Eu já fiz nikuman (de carne de boi) e butaman (de carne de porco) e não sei dizer de qual eu gostei mais^^
É isso, depois dessa novela contando meu amor por coisas do Japão, fico por aki...
Kisss pra todo mundo e ja ne O/

Nikuman

Ingredientes:
150g de farinha de trigo para pão
150g de farinha de trigo comum
3g de fermento para pão
4g de fermento em pó para bolo
2g de sal
20g de açúcar
15g de manteiga sem sal em temperatura ambiente ou banha de porco
160ml de água (se for insuficiente para incorporar toda a farinha use mais. Vá colocando a água aos poucos até que fique uma bola de massa, cuidado para não deixar mole demais)

Peneire as farinhas com o fermento em pó. Junte os demais ingredientes até que se agreguem. Despeje a massa na mesa e sove até ficar lisa e elástica (cerca de 10 minutos).
Cubra com filme plástico e deixe descansando por 20 minutos. Enquanto isso, prepare o recheio:

250g de carne de porco moída
70g de espinafre picadinho
1 pedaço de gengibre de 3cm ralado
1/2 cebolinha branca (daquela comprida que lembra alho-porró) ou 1/2 cebola picadinha
2 colheres (sopa) de pankô (farelo de pão)
2 colheres (sopa) de molho de ostras
1 colher (sopa) de óleo de gergelim
uma pitada de sal
1/2 colher (sopa) de shoyu
1 colher (chá) de XO jan (aqui pronuncia-se éx-ou dyán, pasta escura à base de legumes, camarões e moluscos secos)
1 colher (chá) de tobanjan( tô-bán dyán, pasta de pimenta vermelha)

Misture todos os ingredientes muito bem e divida em 12 porções. Depois faça bolinhas para facilitar na hora de rechear.

Depois da fermentação, divida a massa em 12 porções. Faça bolinhas e deixe descansando por 10 minutos cobertos com um pano de prato úmido, bem torcido. Abra cada bolinha com rolo na mesa levemente enfarinhada até ficar com 12cm de diâmetro. Coloque o recheio no centro e feche puxando um pedaço da massa para cima. Vá pegando uma porção da massa ao lado e puxando como se fossem pétalas. No final, dê uma leve torcidinha e coloque sobre um pedaço de papel manteiga cortado num quadrado de 15cm.
Faça o mesmo com as demais bolinhas. Cubra com pano e deixe fermentar novamente em lugar abafado por 20 minutos.
Coloque água numa grande panela para banho-maria e leve ao fogo. Quando terminar o descanso da massa, ajeite os bolinhos sobre a grade da panela, deixando um espaço entre eles porque crescem durante o cozimento. Na minha panela couberam apenas 2 por vez e os últimos não ficaram muito bonitos, ficaram achatados. Se você não puder cozinhar todos de uma vez, deixe metade crescendo em lugar quente e os demais em temperatura ambiente mesmo para que, quando chegue sua hora de cozinhar, eles não estejam fermentados demais.
Se você tiver aquelas panelas chinesas próprias para cozimento à vapor feitas com bambu, é só tampar e deixar 10 minutos. Se você usar uma panela comum, envolva a tampa com pano de prato para que água acumulada não caia em cima dos bolinhos. Depois é só tampar e deixar cozinhar por 10 minutos. Sirva quentinho! Pode ser congelado depois de cozido também. Embrulhe os bolinhos com filme plástico e congele. Depois é só esquentar no microondas.

19 comentários:

Odete disse...

Axly, que prendada voce. Os bolinhos devem ser deliciosos.

Beijos

Mari Azevedo disse...

Axly, que delícia de pãozinho, adorei!! E vc então, é uma cozinheira de primeira grandeza né? Eita menina talentosa!! =D
Bjão florzinha, ótima segundona pra ti!!

Cris disse...

Tá arrasando Axly! Parabéns pelo premio e pela receita. Bjs!

Filipa disse...

Esses pãezinhos devem ser muito bons mesmo e ficaram lindinhos, parabéns!!

beijinhos

claudia disse...

Mas que petisco estas bolinhas!!

Donna Dani disse...

Uauu que interessante, eu não conhecia e imagino que deve ter ficado uma delícia!!
Só imaginando!!! huummm
Bjks

Eliana Scaramal disse...

Parabéns pelo prêmio!! E fiquei encantada com esse pão!

www.saboresdalica.blogspot.com

Anette disse...

Já percebi porque ficou doidinha!!!
Ficaram lindos...
Beijinho Axly

ameixa seca disse...

Imagino a tua emoção ao comer uma bolinha lindinha destas... depois de tanta volta à massa, parece que vale a pena a espera :)

Nani disse...

Chegou e arrasou Axly, não a fazia tão prendada, que rico pãozinho, adorei, bjs

Mundo de Alice disse...

Que demais este pão!!
adorei
bjs

Vivian disse...

Entao quer dizer que além da cozinha seu robby é jogar video game ? muito interessante
bj

Tânia Saj disse...

Axly! Parabéns pelo prêmio!
E que receitinha diferente (pelo menos para mim!)
Beijos

Agdah disse...

Eu gosto muito desses pãezinho feitos no vapor. São tão levinhos.

Marcia disse...

Este pão está apetitoso demais e que capricho, Axly. Parabéns.

pipoka disse...

Eu já comi desse pão, só não sabia como se fazia. É muito bom!

bjs

Andrea Dohashi disse...

Olá Axly, vi um comentário seu noblog da Clarice, e vim dar uma espiadinha no seu! Parabéns quanto capricho aqui, e quanta coisa boa menina!
Sabe, eu sempre compro esses pãezinhos nas lojas de conveniência daqui,tem um sabor pizza que é uma delícia,acho que você conhece, mas nunca me aventurei a fazer, me parecia complicado, quem sabe agora com esse seu post eu não me anime né?
Yoroshiku onegai shimassu!
Beijos.

Priscila L. Beneducci Afonso disse...

Comidinha diferente com esses temperos japoneses, eu nunca fiz. mas deu vontade comer. Será que mudaria demais o cheirinho e o sabor se eu tenta-se fazer sem aqueles 2 que você mencionou? Beijo da Pri

Anônimo disse...

olha aqui eu nasci no japao o recheio nem parece de nikkuman é muito pastoso