domingo, 25 de maio de 2008

Coxinha Teta de Moça



Olá crianças!
Há uns dias fiquei pensando, que minha Cozinha andava com altas doses de glicose! Tenho postado mais doces que salgados e na verdade, aqui em casa nem é assim.
Até um amigo, me sugeriu, brincando, para mudar o nome da Cozinha, de Cozinha Temperada, para Cozinha Temperada e Açucarada. Não precisa mais Arashi-sensei!!!
Huahuahuahuahuahua...
E hoje, eu trago, um dos petiscos mais conhecidos, famosos e gostosos de qualquer padaria, barzinho, lanchonete, cantina escolar e boteco do Brasil, a coxinha!
Mas em uma versão, digamos, mais sensual...
Há muitos anos, assistindo TV, vi um senhor, do interior de São Paulo, preparando essas coxinhas, me apaixonei pela receita e desde então é minha receita oficial.
Todo mundo gosta delas. E esses dias mamãe perguntou se eu já tinha feito pro maridão e constatei que não! Dai, mãos-à-obra né! Especialmente pra minha Raposa, vão essas coxinhas^^
Nem temos o costume de comer fritura aqui em casa, mas às vezes uma excesão é boa, né não??? Eita pecado bom^^
Eu não gostei muito das fotos, pois tirei no outro dia. Na hora elas ficam bem mais bonitas e vistosas.
Na hora de modelá-las, tem alguns segredinhos, mas que receita não têm? Então, se alguém se interessar em fazer e tiver alguma dúvida, não exite em perguntar tá!
É isso, vou nessa, que ainda tenho que estudar, ai ai ai, odeeeeeeeeeeeeeeeio fazer provas! Mas é necessário né?! Ou não, vai saber...
Kisss gente, ótima semana!



Coxinha Teta de Moça

Ingredientes:

Recheio:
1 kg de peito de frango sem pele
1 cebola média picadinha
2 dentes de alho amassados
3 colheres de sopa de extrato de tomate
1 lata de milho verde (200 gramas)
1/2 maço de cheiro-verde (cebolinha, coentro, salsa, à seu gosto)
Sal e pimenta-do-reino à gosto
3 colheres de sopa de óleo
Massa:
1 litro de caldo de frango (o caldo do cozimento do peito de frango)
1 cubo de caldo de galinha
Sal e glutamato monossódico (Aji No Moto) à gosto
1/2 colher de sopa de margarina
500 gramas de farinha de trigo peneirada
Margarina para abrir a massa
Leite para umedecer a coxinha
Farinha de rosca para passar na coxinha
Óleo para fritar

Modo de fazer:
Recheio:
Cozinhei o peito de frango com 1 litro de água, que depois usei na massa.
Depois de cozido, desossei e desfiei.
Coloquei o óleo, alho e cebola para dourar, em seguida, acrescentei o frango.
Deixe tomar um pouco de cor e sabor, acrescente o extrato de tomate e o milho verde.
Por último, acrescentei o cheiro verde.
Massa:
Coloquei o caldo de frango para ferver com o sal, a margarina e o Aji No Moto, quando estiva fervendo, coloquei a farinha de trigo e mexi até dar consistência. Detalhe, a massa fica super pesada, meio engrumada, mas é assim mesmo. O segredo é mexer bastante enquanto ela ainda não está totalmente dura e tirar do fogo quando virar uma bola dentro da panela.
Despejei na mesa untada com margarina e, cuidado para não se queimar, fui sovando ela, sempre untando com margarina pra não grudar nas mãos e na mesa. Dividi em 9 bolinhas, essas coxinhas são maiores que as que costuma-se fazer.
Modelei as coxinhas, abrindo uma bolinha de massa na mão, para ela ficar como se fosse uma concha, coloquei 1 colher de sopa bem generosa de recheio no centro, que tem que estar bem sequinho, se não atrapalha pra fechar. Fui puxando a massa para cima, pegando uma porção da massa ao lado e puxando. Fechei rodando a ponta entre o dedo polegar e o indicador, como se fosse uma tetinha pequena, um peitinho de menina-moça, daí o nome.
Depois da coxinha modelada, antes de fritar, umedeci com leite e passei a farinha de rosca.
Usei uma panela pequena pra fritar, óleo em quente, naquele ponto que quando se joga um palito de fósforo ele acenda.
Coloquei a coxinha em cima da escumadeira e coloquei no óleo, esperei até ela formar a casquinha da fritura, dai tire-a de cima da escumadeira. Fiz assim pra ela não grudar no fundo da panela.
Quando estava douradinha virei e fritei do outro lado. Tire e deixe sobre papel absorvente.
Comi quentinha, com muuuuuuuuuuuito molho de pimenta calabresa.

18 comentários:

Makoto disse...

Hummmmm, eu adorei esta coxinha tava muito deliciosa. pena q nao tava bom pra comer a minha ultimamais nao vejo a hora de vc repetir a receita de novo ^^

Bjos do seu Maridão

Marcos disse...

Tua receita me fez crescer água na boca! uma maravilha: um abraço. Marcos:))

Filipa disse...

Aqui também não temos o hábito de comer coisas fritas mas dias não são dias não é mesmo? Estas coxinhas estão muito apetitosas.

beijocas

Nana disse...

Axly,

huahuahua sabe o que eu pensei quando vi esse nome "sexy"?!
Sabe aqueles doces de chocolate chamado "Teta de Nega"...
Aff nada a ver hahahaha
Amo coxinha, só não faço por causa da fritura e moro no micro apto, o cheiro de oleo fica uma semana a perfumar os comodos.
Bjs

Natércia disse...

Querida a tua receitinha está devinal um bjo. Natércia...

ameixa seca disse...

Que nome engraçado e sugestivo ;)
Deve ser delicioso... Boa sorte com as provas :)

Silvia Arruda disse...

Esta coxinha está uma tentação!!!
Delíciaaaaa

Agdah disse...

Menina, estou vendo as tendências do sangue baiano aí.

Vc sabe que lá em casa também ninguém gosta de salsa? O pessoal diz que não tem gosto de nada, é só a cor verdinha para enfeitar.

Nani disse...

Que bela raposa branca tu me saíste, com que então eu clico para ver a dita cuja raposa e para meu espanto não é que sai mesmo uma raposa e branca..... eh..eh..eh que marota, ...adorei as coxinhas da teta da moça(coitada dela seja quem for)..eh..eh, eu hoje tou me superando, bem, kiss for you axly.

Luciana Macêdo disse...

Como não sou muito de doces adorei este seu salgadinho. Muito bom.
Bjs!

Nana disse...

amiga linda, depois entra no meu blog e me ajuda a ganhar um concurso hahaha
estou em anti-penultimo, mas o que vale é a intenção hahaha
bjs

Larissa disse...

Amiga, minha mãe faz os melhores salgados que já comi na vida. Coxinhas, risoles de presunto com catupiri, bolinhos de aipim com carne seca... Uma coisa de bom! E aqui não temos frescuras com frituras: comemos mesmo! kkkk Claro que a preocupação com a saúde existe, mas pera lá, sem neurose. rsrs Vou testar a recita e te mando a da minha mãe também. Um beijo!

BaTatinha disse...

uhmm... dessa eu já comi... mas não foi desta vez não!!
é muito boa essa coxinha viu!!!
eeettaaa tempo doido que vem na lembrança!
hauahuahauhauahauhauah
kisss...

Nana disse...

hahahaha
vc não acredita, mas entra lá no blog que entenderá o que aconteceu.
Obrigadaaaaaaaa viu?!
bjs

claudia disse...

Coxinhas de galinha é uma delícia , mas recheadas???Para mim é novidade! Que delicia que essas devem estar!!!

Filipa disse...

Axly, venho responder à sua pergunta... O chouriço que usei para colocar nos pãezinhos é chouriço de carne e não de sangue, eu não gosto nada do de sangue o único que gosto é mesmo o de carne. Mas se quiser fazer os pãezinhos, pode rechear como preferir até com linguiça que deve ficar bom também.

beijinhos

Mel L. Ramos Bryar disse...

estas coxinhas pequenas sempre me fazem sair da linha...bjs

pipoka disse...

Gostei muito destas coxinhas!

bjs